a (16)

Afinal, o que é linguagem?

Publicado por Fonaudio em 17 de novembro de 2020

Linguagem, de acordo com o dicionário Oxford, é: qualquer meio linguístico de comunicar ideias ou sentimentos através de signos, sons, gráficos, gestos etc.

Segundo o Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita (CEALE) da Universidade Federal de Minas Gerais, o termo linguagem tem algumas definições. Entre as mais importantes está: faculdade cognitiva da espécie humana que permite a cada indivíduo representar e expressar sua experiência de vida, assim como adquirir, processar, produzir e transmitir conhecimento. Conforme o exposto, é essa capacidade de significar e de produzir sentido que nos faz seres particulares. Ainda segundo o CEALE, nenhum gesto humano é neutro ou vazio de sentido, cabendo à essa habilidade de linguagem interpretar o sentido imposto nas manifestações de nossos semelhantes.  

Linguagem é a capacidade de interpretar e de emitir sinais. (Reprodução/Freepik)

A outra definição, que é tão importante quanto a primeira, diz respeito à todo e qualquer sistema de signos empregados por seres humanas na produção de sentido. É dessadefinição que surge a distinção entre linguagem verbal e linguagem não verbal, e esse é o ponto em que queremos chegar: a linguagem, seja a modalidade que for, extrapola a oralidade, sendo a verbal aquela que se expressa por meio do verbo, ou seja, da palavra. Dessa forma, a linguagem verbal pode ser oral, escrita ou gestual. A não verbal é a que se serve de signos não linguísticos, como ícones, bandeiras, figuras, sons etc. É essa gama enorme de possibilidades que nos permite falar através de inúmeras linguagens: musical, cinematográfica, teatral, corporal, fotográfica… e ainda há a linguagem artificial, aquelas utilizadas nas ciências exatas e na computação.

É provável que você esteja se perguntando o porquê disso tudo, não é verdade? Tudo isso para desfazer o mito de que a linguagem é apenas o que é oral. É possível sim falar por outras vias e esse tabu deve ser quebrado, afinal, o conhecimento é a única arma para a libertação… e como propriedade de nossa espécie e via de comunicação, varia de indivíduo para indivíduo. Além disso, a virtude da linguagem tem incumbência fundamental em todos os aspectos da vida. É ela quem narra e registra histórias, e promove o sucesso biológico dos homens.

A linguagem ultrapassa a oralidade. (Reprodução/Freepik)

A linguagem humana tem poder para ultrapassar qualquer barreira.

Bom, ficou claro que transmitir ideias/informações é o alicerce da cultura humana, certo? A evolução dessas formas de linguagem deveria estimular a inclusão social, mas essa não é a realidade que a comunidade surda conhece. Isso, porque boa parte dos deficientes auditivos que vivem longe dos grandes centros urbanos tem que se esforçar para se adequar à uma comunicação não acessível. Além disso, a língua brasileira de sinais (LIBRAS) não é ensinada para os ouvintes nas escolas, o que dificulta ainda mais a comunicação desse grupo.

Dessa forma, é muito importante que a linguagem seja vista como de fato ela é. Falar vai muito além de transmitir informações por vias orais, afinal, nós somos capazes de propagar ideias e sentimentos de inúmeras formas!

Leia também

download

Perda auditiva x Demência

LER MAIS

a (2)

Zumbido no ouvido – Causas, prevenção e tratamento

LER MAIS

a (1)

Cuidado auditivo diretamente do conforto e segurança da sua casa

LER MAIS